fazer cardio antes ou depois do treino de musculação?

Você já se perguntou se deve fazer cardio antes ou depois do treino de musculação? Se a resposta foi positiva, saiba que essa é uma dúvida bem comum. A maioria das pessoas costuma fazer o treino de cardio antes do treino de musculação mas, segundo algumas pesquisas, essa é a maneira errada de trabalhar, independentemente do seu objetivo.

Cardio antes do treino de musculação?

Segundo um estudo realizado por cientistas brasileiros, publicado no Jornal of Strength and Conditioning Research, pode ser melhor não realizar atividades cardiovasculares antes de iniciar os treinos de musculação, pois o cardio parece reduzir o número de repetições conseguidas no treino com pesos [*1].
Nesse estudo, participaram dezenas de mulheres idosas, com idade média de 75 anos, e com uma experiência de treino regular em centros de fitness há pelo menos cinco anos. As participantes foram submetidas a um treino de cardio e, de seguida, a um treino com pesos. Segundo os resultados dessa pesquisa, quanto mais intensa a sessão de cardio, menor o número de repetições realizadas.
A conclusão dos pesquisadores foi, portanto, que as mulheres mais velhas, e talvez também mulheres de outras faixas etárias « se devem concentrar em apenas um componente de aptidão física por sessão de exercício. Isso permitirá uma maior qualidade de ambas as formas de treino, sem os efeitos negativos da fadiga‘.

Cardio depois do treino aumenta recuperação

Outra pesquisa [*2] veio reforçar a ideia de que fazer exercício cardiovascular após o treino de musculação era benéfico. Para além de evitar que o treino de cardio diminua seus níveis de energia para o treino de musculação, descobriram que 20 minutos de treino cardiovascular após o treino acelerava a recuperação muscular.
Nessa pesquisa, os pesquisadores colocaram 26 estudantes do sexo feminino a realizar um treino na máquina extensora de pernas (6 séries de 10 repetições excêntricas). Após dividir as estudantes em três grupos (1 grupo não fez nada após o treino, os outros dois pedalaram durante 20 minutos após a sessão, com intensidades diferentes), os pesquisadores verificaram que as sessões de cardio não tiveram efeito no nível de dor muscular nem na força dinâmica das mulheres. No entanto, as sessões de cardio tiveram um efeito positivo na força isométrica, na medida em que, nos grupos de cardio, a diminuição dessa mesma força após o treino foi mínima, indicando assim uma recuperação muscular mais rápida.

Cardio depois do treino queima mais gordura

A decisão de fazer o cardio após o treino de musculação também pode ser benéfica para quem procura queimar mais gordura. De acordo com uma pesquisa realizado pela Universidade de Tsukuba [*3], essa ordem irá fazer vocêqueimar mais gordura durante a parte cardiovascular do seu treino.
Segundo os pesquisadores, esse fato se deve à adrenalina e noradrenalina, libertadas durante o treino de musculação, forçando as células gordas (adiposas) a libertarem seu conteúdo para a corrente sanguínea.
Da mesma maneira, o treino cardiovascular depois do treino de musculação proporciona uma maior libertação da hormona de crescimento. Hormona, essa, que não só estimula a queima de gordura, como também a recuperação do tecido muscular.
Os pesquisadores concluíram, portanto, que “a disponibilidade de gordura durante o exercício cardiovascular foi potenciada pelos exercícios de musculação realizados antes do mesmo. No entanto, o aumento da oxidação de gordura durante o exercício só foi observado no ensaio com um curto período de descanso entre o treino de musculação e os exercícios cardiovasculares“.
Em conclusão, se deseja combinar o treino de musculação e cardio no mesmo dia ou na mesma sessão, parece ser aconselhado começar com o treino de musculação.

Leave a Comment